sexta-feira, julho 19

Mahatma Gandhi



Mahatma Gandhi fez a seguinte pergunta a 

seus discípulos:

- Porque as pessoas gritam quando estão 

aborrecidas?


- Gritamos porque perdemos a calma disse um 

deles.



- Mas, porque gritar quando a outra pessoa 

está ao seu lado?

Questionou novamente o pensador.

- Bem, gritamos porque desejamos que a outra

pessoa nos ouça, retrucou o outro discípulo.

E o Mestre volta a perguntar:

Então não é possível falar-lhe em voz baixa?

Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.

Então ele esclareceu:

Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando está aborrecido?

O fato é que quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.

Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.

Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro,

através da grande distância.

Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas? Falam suavemente.

E por que?

Porque seus corações estão muito perto.

A distância entre elas é pequena. Às vezes estão tão próximos seus corações que nem

 falam somente sussurram.

E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas olham-se, e

basta. Seus corações entendem-se.

É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.

Por fim, o pensador conclui, dizendo:

Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras

que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais

encontrarão o caminho de volta.

AME MAIS!

PERDOE MAIS!

SORRIA MAIS!

ॐ Mahatma Gandhi 

quinta-feira, julho 18

Festa do Arraiá dos Franciscos em 2013.

Festa julhina do Arraiá dos Franciscos
             Nos dias 12 e 13 de julho de 2013,  aconteceu na Comunidade Capitolina a  “ 8ª Festa do Arraiá dos Franciscos das Escolas Municipais e Estaduais de Capitólio”, com a participação das Escolas Municipais e Estaduais em parceria com os departamentos de Educação, Cultura e Turismo e da Sociedade São Vicente de Paulo, vimos que a união é o primeiro passo para uma educação de qualidade e de parceria. Foi uma festa muito bonita e inesquecível, uma vez que houve uma grande participação dos pais, comunidade Capitolina e visitantes. O empenho de todos, especialmente das professoras e funcionários das E. E. Modesto Antônio  de Oliveira , E.E. Lourenço Belo, E.M. Elias Teodoro, as Pré- Escolas Irmã Valéria e Virgínia, APAE, garantiu uma festa animada, com Casamento Caipira, Jogos, Comidas típicas, catira, diversas danças, quadrilha e pelo show animado pela banda da Escola Estadual M. A. Oliveira. O melhor é que a comunidade teve uma participação elogiável, pela alegria, participação, companheirismo, união, valorização do ambiente, etc. Até a próxima!!!!!!!!!!!




Temos as fotos da festa na Aba Fotos.

quarta-feira, julho 3

Festas Juninas em Espalhinhas

Festa junina das Escolas do Campo

Neste dia 29 de junho de 2013, dia de São Pedro, aconteceu na Comunidade de Espalhinhas a “Festa Junina das Escolas do Campo”, com a participação das Escolas Municipais de: Macaúbas, Turvo, Socorro e Espalhinhas. Foi uma festa muito bonita e inesquecível, uma vez que houve uma grande participação dos pais e comunidade do campo. O empenho de todos, especialmente das professoras e funcionários da E. M. Antônio Modesto de Oliveira de Espalhinhas, E.M. João Batista Trindade (Turvo), da E. M. Prof: Nogueira de Sá (Macaúbas), E. M. N. S. do Perpétuo Socorro (Socorro), da Supervisora Wilma, da Tecnóloga em Informática Luana Lopes e do Secretário Municipal de Educação João Antônio Alves, garantiu uma festa animada, com Casamento Caipira, Jogos, Comidas típicas, quadrilha e forró animada pelo grupo “Amigos do Forró”.O melhor é que a cada ano uma comunidade do campo vai sediar a festa junina. Esperamos participar de todas, em Macaúbas, no Turvo e no Socorro.  Até a próxima!!!!!!!!!!!